sexta-feira, 3 de maio de 2013

Corrida do 1º de Maio 2013

Foto do Parro  Aqui começou a "pica"
Está concluída a 2ª prova de estrada deste ano, a Corrida do 1º de maio é uma prova a que só faltarei se estiver impedido por qualquer problema físico, o 1º de Maio, a do Avante e S. João das Lampas são daquelas que estão no topo das minhas preferências, a Maratona de Lisboa também era mas a ganância capitalista no Atletismo levou a que a riscasse, pelo menos este ano, do lote das que mais gosto, na estrada naturalmente, já que para mim a Montanha e as provas de Trail estão acima de todas elas no que diz respeito ao meio em que se realizam e pelo convívio e amizades que granjeiam.
Foi uma prova interessante para mim, parti com a ideia de "fazer" kms e não durou mais de 1 km que não me tivesse decidido em transformar aquilo num teste ás minhas capacidades atuais em termos de ritmo e velocidade, aqui e ali juntei-me a alguns amigos, fui superando o ritmo a cada momento e pressentia que pela forma que me ia sentindo que era capaz de completar a prova em força esm grande desgaste físico. Os ritmos andavam entre os 5 e os 5,30m o km com ligeiras entradas abaixo dos 5m, estava a ser interessante, como parti quase na cauda do pelotão fiz a pista em passo muito lento e só comecei a correr mais solto perto da Avenida do Brasil e foi aí que me deu o "ginete", depois foi o ultrapassar muita gente até chegar à meta. 
O neto mais novo a ambientar-se pela mão do pai
A Almirante Reis mete sempre respeito, mas chegado ali continuava a sentir-me bem, o ambiente das comemorações da festa dos trabalhadores sindicalizados ou simpatizantes da C.G.T.P. Intersindical Nacional já por ali andavam e faziam-se sentir pelos aplausos de incentivo aos atletas e como é óbvio não somos insensíveis a isso, pelo que as forças conseguem conservar-se e catapultar-nos até chegar ao Areeiro naqueles longos 3 kms de subida. A partir daqui as coisas tornam-se mais fáceis para todos, particularmente aproveitei o facto de levar ali a poucos metros alguns atletas do meu Clube (A.V.S.), faltavam 3 kms para a meta, e esforço-me mais um pouco e chego até eles, com um pouco de brincadeira à mistura passo por eles e sigo o meu ritmo, já que o deles era outro e pré-determinado, entro pouco depois na pista e vejo logo em pleno relvado a minha família, só faltava o Hugo e o Daniel (que havia ultrapassada pouco antes mas que vinha ali a pouco mais de 1m), os 3 netos que tenho ali estavam e foi a 1ª vez que os juntei numa prova de Atletismo, segui para a meta e termino com um registo bem simpático para quem praticamente se esqueceu o que é correr em estrada, 1,19,59h. A distância registada por mim foi de 15,090kms. A média final foi de 5,18m por km, bem menos dos 6 por minuto que tinha pensado inicialmente, concluo que que não é nenhum crime se de vez em quando testarmos melhor as nossas capacidades, por mim acrescento que deve ser só de vez em quando porque não estou minimamente preparado para ritmos desta natureza.
Deixaram-me simpaticamente ultrapassá-los (os azuis) a 1 km da meta
Amanhã teremos o Trail de S. João das Lampas, encaro mais esta prova como treino para a Ultra de S. Mamede 2 semanas depois em Portalegre, aí sim será a hora de enfrentar um dos desafios deste ano de maior respeito, o outro será o Ultra Trail Serra da Freita no final do mês de Junho que me deu água pelas barbas no ano passado.
Algumas fotos tiradas pelo meu neto Tiago

3 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns pelo excelente tempo e pela maravilhosa crónica como sempre.
É como dizes, de vez em quando é preciso soltar a fera que está dentro de nós.
Abraço e continuação de bons treinos e boas provas.

Leonel Neves

Isa disse...

Parabéns pela prova Joaquim.
E mais uma vez gostei de o ver.
Não irei aos Trilhos das Lampas, mas tenciono ir à Meia maratona das Lampas :)
Uma óptima corrida amanhã, que tudo corra pelo melhor.
Beijinhos

Jose Xavier disse...

Grande Joaquim Adelino,

Mesmo na estrada, demonstra a sua grande forma desportiva.

Parabéns! E força para o trilho de SJL .
Este ano estaremos na 1/2 de SJL, e vamos lá tomar um banho juntos com o balde ....

Abraço amigo dos Xavieres.