quarta-feira, 27 de junho de 2012

Trilhos Loucos de Reixida, 24/6/2012

Tal e qual como nos treinos, água a rodos
Para que fique registado aqui neste meu cantinho de encantos e desencantos (felizmente poucos) deixo algumas palavras pela excelente aventura (mais uma) que os amigos de Reixida nos ofereceram com a realização de mais uns Trilhos Loucos de Reixida realizados no ido dia 24 de Junho. Foi a 3ª vez que lá fui e em todas elas me surpreenderam, sempre diferentes e para melhor, quer em bonitas paisagens e percurso quer o adicionar de mais alguma dureza a cada edição que promovem. Depois mantêm aquilo que mais aprecio que é a passagem pela nascente do Rio Liz, desta vez entrámos duas vezes no rio mas para mim se fosse possível faria o percurso na totalidade dos 20 kms ali dentro. Depois o calor que estava também ajudou (na incursão na água) , embora ele só se começasse a sentir mais fortemente lá para o final da prova, mas foi o suficiente para a Organização (e muito bem) se preocupasse e colocasse mais postos de abastecimentos de água durante o percurso. Eu como levava o kamelback não ia muito preocupado mas via por ali muitos que nem pinga de água levavam, coisa que não aconselho a ninguém pois se há coisa que num Trail não pode faltar seja a quem for é a água.
Cascata improvida com banho
Já outros levantaram a questão mas parece-me de absoluta necessidade (creio que para alguns) que +- a meio da prova se colocasse lá um abastecimento sólido em que constasse principalmente fruta fresca tais como: laranja, banana, maçã e ou melancia. Encontrei um abastecimento com água e maçãs mas considero insuficiente pois o esforço dos atletas é muito intenso e justificava-se para quem necessitasse algo mais que ajudasse a repôr as energias entretanto perdidas. No meu caso pessoal vou sempre prevenido com alguns produtos, embora a maior parte das vezes acabo por me esquecer e regresso normalmente com a mochila atestada.
Encontrei uma inovação espectacular a meio do percurso uma cascata improvisada de água  colocada no cimo de umas rochas alimentada por um depósito colocado em cima de camião e manuseada a sua abertura por um elemento da organização á nossa passagem possibilitando a quem o pretendesse refrescar-se lá debaixo afastando por momentos o calor abrasador que nos queimava já as partes menos protegidas do nosso corpo.
Ponto mais alto, estavam a controlar-me lá bem em cima
Desta vez fui acompanhado de mais 4 AVSilêncio (Rui Pacheco, Rui Almeida, Filipe Ramalho e Vitor Pinto), nas vezes anteriores fui sempre sozinho, confirmando-se assim a apetência cada vez maior de mais amigos do nosso Grupo a aderirem a estes eventos na Montanha onde a dureza mais se faz sentir nesta nossa mania de enfrentar sempre novos desafios independentemente das suas dificuldades.
Com algumas queixas apesar de tudo todos gostaram de fazer a prova, queixas essas que nada tem a ver com a organização que foi impecável mas sim por algumas partes do percurso não serem do seu agrado, mas isso é normal numa prova como esta que está sempre a surpreender-nos, o puro Trail estava lá e o nome que lhe foi dado também ou não se chamasse áquilo Trilhos Loucos de Reixida.
A nossa equipa, AVSilêncio
A prova teve 19,500kms de extensão nesta 3ª Edição, a 1ª tinha 16kms e tem condições para continuar a aumentar mas devido à sua dureza era de bom senso manter o que já está, apenas acrescentaria mais algumas centenas de metros à nossa passagem pelo ribeiro evitando-se aquela parte de sair e voltar a entrar.
Concluí com o tempo de 3,13h. e muito confiante para o que se segue no próximo Sábado e principal objectivo desta época, a Serra da Freita.
Classificações

3 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Um dia... ainda o hei-de acompanhar nessas aventuras espectaculares! Um dia... mas não faço ideia nenhuma de quando será! Porque por mais boa vontade que se tenha, o treino mais ou menos intenso, mas é sempre fundamental, e esse tipo de provas exige uma grande dedicação, muitas horinhas a treinar, e não me consigo ver nessas andanças... mas lá que gostava, ai isso gostava... Assim, leio o Adelino e outros amigos, e vou sonhando :)

Beijinho Adelino, e desde já uma excelente prova na Freita!!!

Jose Xavier disse...

Olá Joaquim Adelino;

Pelo que descreve é mesmo uma loucura de trilhos e paisagens muito bonitas.
Gostei especialmente da foto da cascata... devia ter sido uma delícia!!

Boa porva na Freita..

Um abraço dos Xavier's

Hélder Melo disse...

Foi sem dúvida uma prova de loucos!
E até deu para treinar a parte do rio para a o próximo sábado!
Parabéns por mais uma e encontramos-nos na Freita!
Abraço