terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Grande Prémio Fim da Europa

Ás 7 horas da manhã já estava a estacionar o automóvel na Azóia, foi ali porque o acesso ao Cabo da Roca já estava fechado.
O objectivo era fazer o percurso em marcha lenta até Sintra utilizando o mesmo percurso da prova que teria início ás 10h em Sintra.
A preparação para a Maratona de Sevilha tem estado muito deficiente devido à forte constipação que não me larga desde o princípio do ano, aliado a outros problemas já crónicos a preparação tem estado muito atrasada, por isso ter optado por fazer a ida e volta em ritmo de treino e conforme as capacidades fisicas o permitissem.
Ás 7,10h parti Serra acima deixando Azóia para trás ainda noite e um frio de gelar, valeu que o vento era quase nulo, ao contrário do que normalmente acontece. Serra acima o frio foi-se mantendo mas quando atingi o cume da Serra já o Sol aparecia envergonhado lá no horizonte, mas foi o suficienta para a temperatura subir um pouco e começasse de novo a sentir as mãos, que estavam desprotegidas, e assim se mantiveram até chegar ao Palácio da Pena. A partir daqui e até chegar a Sintra, local de partida da prova, voltei de novo a gelar mas como o Sol já batia com alguma intensidade depressa aqueci depois de mudar de roupa e me preparar para integrar a na prova.
Até ali já tinha percorrido 14kms e subido a um dos pontos mais altos da Serra, agora era recuperar um pouco dos joelhos já que a descida da Rampa da Pena deixa qualquer um bastante traumatizado.
Após tomar o pequeno almoço!!! fui procurar os amigos pois ainda me restava cerca de ums hora, e particularmente queria encontrar um sugeitinho que se dizia, e parece que ainda diz, ser o campeão dos defensores da "verdade desportiva", algo me dizia que a cobardia acabaria por vencer tão valente rapaz e senhor da única verdade que conhece, a sua e não admitindo qualquer outra, como Pilatos.
Ás 10h. foi dada a partida para o Cabo da Roca e assim tinha dado o início a mais uma Edição do G.P.Fim da Europa.
Mantive durante toda a prova o ritmo que mais me convinha, o treino era de 31kms e ainda faltava mais 17kms.  Foi ver abalar aquela mola humana Serra acima e eu a ficar cá para trás gerindo as forças para conseguir fazer o resto do trajecto de forma confortável e sem grandes sacrifícios. Levava na mente, não a última subida aos 10kms mas sim a descida final de 5kms que se iniciava aos 11kms de prova devido à situação já precária dos meus joelhos.
Mas os receios afinal tinham pouco fundamento já que lá chegado aquilo não foi tão tormentoso como pensei, a comparação com a Rampa da Pena tem pouco a ver, embora seja mais prolongada é menos penosa de fazer.
Concluí aqueles16,610kms do Grande Prémio em 1,42,39h à média de 6,11 m por km.
De Azóia até Sintra percorri 14,340kms em 1,51,54h. à média de 7,48 m por km.
No total 31kms para 3,33h.
Espero que Sevilha me fique agora um pouco mais suave depois de ter feito este tipo de treino, já a queimar é certo, mas que tinha a obrigação de fazer.
Agora até Domingo em Grândola.

10 comentários:

Leonel Neves disse...

O João, rapazinho imberbe, diz ao pai: pai, quando tiver 20 anos, quero ser como o fulano, e diz o nome do seu ídolo; o Pedro, irmão do João, de 8 anos, também tem uma conversa com o pai e diz-lhe: pai quando for grande quero ser como o sicrano, e pronuncía o nome do tal sicrano; o José, irmão do João e do Pedro, de 10 anos, por sua vez também diz ao pai: pai, Eu quando tiver a idade do pai quero ser como o Joaquim Adelino.
Um grande abraço

.JOSÉ LOPES disse...

Boa noite Joaquim

Até parece fácil essa dose dupla,uma aventura só ao alcance de quem tem uma grande força mental e física.

Continuação de uma boa preparação para a Maratona de Sevilha
com os cumps
J.Lopes

Fernando Andrade. disse...

Grande Adelino
Até parece que és de aço, rapaz !
Mas não te esqueças de dar espaço à recuperação, que é parte integrante de uma boa preparação para a Maratona.
De qualquer forma, Parabéns pelo feito, que é coisa que poucos conseguem.
Grande Abraço
FA

Otília disse...

Parabéns Joaquim!
Pela sua coragem de fazer um treino destes a 15 dias de mais uma maratona, eu bem gostava de ter essa perseverança tenho a certeza que iria melhorar muito os meus tempos de provas!
Mas falta-me alguma coisa!!!
Até Sevilha, espero encontrá-lo e confraternizarmos mais tempo, que ultimamente o tempo não tem sido fácil.
Beijinhos e melhoras para as constipações, também andam por cá.

Mário Lima disse...

Joaquim

Eu nem sei o que escrever. Não sou pilatos nem sou detentor da verdade desportiva, mas meu amigo, só te posso dizer que te admiro muito.

Fazer um treino destes, ainda os galos dormiam e depois voltar a percorrê-los em sentido contrário é de alguém que mereceria todas as palavras do mundo, mas eu só te digo:

"Obrigado Adelino, por te ter por amigo".

És feito de uma massa vencedora e persistente.

Abraços

António Almeida disse...

Companheiro
parabéns pelo excelente treino, Sevilha é já ali.
Abraço.

luis mota disse...

Parabéns Adelino. São necessários quilómetros e esses irão ajudar certamente a efectuar a Maratona de Sevilha com mais facilidade.
Uma boa semana para si,
Luís Mota

Bruno Magnum disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Magnum disse...

Tenho pena não ter ido também ao Fim da Europa.
Parabéns pela coragem e força pra Sevilha.
Obrigado pelo a apoio

José Xavier disse...

Olá Joaquim Adelino;

A sua força natural e de grande entusiasmo, tem dado uma grande verdade desportiva e humana que é.

Só não a reconhece, quem não palmilha com uma grande vontade como a sua, e neste Fim da Europa ficou mais uma vêz demonstrado.

Parabéns!

Um grande abraço dos Xavier's