segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Corrida do Tejo 2010



Inesperadamente, ou talvez não, acabei por ir fazer a Corrida do Tejo, não contava em estar presente e também não fazia parte do meu calendário de provas a realizar. A razão era simples, tinha os 20 kms de Almeirim na véspera e estava de todo arredada a epótese de alinhar à partida nesta competição à beira do Tejo. De facto estava com pena de não a fazer pois nas últimas edições participei sempre mas Almeirim desta vez estava no caminho.
Mas surgiu a oportunidade com a cedência do Dorsal de um colega da Equipa (João Portugal) e porque não estava em causa a conquista de qualquer lugar no seu Escalão que desse lugar a prémio aceitei e participei. Almeirim não me deixara qualquer mazela e estava convicto que aquilo me ia correr bem pois apenas pretendia correr confortável e recuperar do dia anterior. Outro aspecto é que eu também não queria perder aquele espectáculo que é correr no meio de tamanha muitidão e a moldura que os nossos olhos podem contemplar.
Como não tinha pulseira de acesso aos vips não me restou outra opção do que me resguardar junto do moderador da corrida dos + de 60m que estava situado já no último quarteirão daquela multidão imensa, alíás era ess
e o meu objectivo, desde que me deixassem correr.
As pulseiras são uma boa opção para facilitar a vida aos atletas melhor preparados na sua condição física, mas infelizmente aquilo é uma "santa" mentira, salvaguarde-se a boa intenção da organização mas continuamos a ter uma gritante falta de ética desportiva, a 500m da partida já encontrei muito boa gente a andar e algumas delas com evidentes dificuldades em prosseguir.
A grande largura e extensão da Avenida onde está instalado o início da corrida permite que todos os atletas mal passem a linha de partida iniciam logo a sua corrida, lenta é certo mas corre-se, permitindo assim fazer o necessário aquecimento à posterióri antes de impôr a si mesmo andamentos mais exigentes.
Confesso que pensava que aquilo me ia correr melhor, embora tivesse o objectivo de apenas participar e recuperar do dia anterior, dei comigo em dificuldades em algumas fazes do percurso, não porque fosse rápido mas porque me falavam as forças nas pernas, principalmente nas subidas, ainda assim ia dando para prosseguir pois sabia que estes 10kms são coisa pouca para me amedrontar.
Aos 7 kms, após aquela longa mas acessível subida, parei por breves segundos para me idratar e tomar um Gel, ferramenta
s estas que faço questão de me acompanharem sempre, independentementa da distância que as provas possam ter. (Alqueva serviu-me de lição)
E a diferença fez-se logo notar pois de seguida apanha-se a descida para S.Amaro e até à chegada pude correr com mais vitalidade e enfrentar com ânimo redobrado aquela subida final que nos levaria até ao fim da corrida.
Estranhei a parte final após a concluão da prova, a ausência de bancas de apoio com produtos sólidos e líquidos (devem ter acabado antes de eu chegar) ou então efeitos da crise, que são de todo compreensíveis.
Cheguei atrás de 5.152 amigos da corrida e à frente de 4.109.
Precisei de 58,25m (tempo chip) para percorrer aqueles 10,110kms (Garmin).
Para a Semana vou até à Ribafria, Benedita onde mais uma vez conto divertir-me imenso.

Ver resultados aqui

Vídeo (de Maneta Pereira)

7 comentários:

Fabiana disse...

Olá passando por aqui depois de tanto tempo =)
Parabéns por mais uma prova Pará que não Pará.

Bons kms
Fabi =)

joaquim adelino disse...

Um beijinho Fabiana e obrigado.

Vitor Veloso disse...

Olá Joaquim,
Também lá estive no meio daquele imenso pelotão de camisolas amarelas.
Bonita festa do desporto.
Dupla jornada 5*.
Reencontramo-nos na Invicta
Abraço
Vítor e meninas

Jorge Branco disse...

Viva amigo!
Isso da falta de força nas subidas era do “lastro” da sopa da pedra (ou então comeu a pedra e tudo)!
Não o vi passar mas também era quase impossível ver alguém naquela multidão.
Eu estava bem visível mas como era numa subida e em cima de um muro ninguém olhava para cima!
Para o ano que ver vou para o mesmo local mas levo música e tenho de arranjar um pequena faixa publicitaria a dizer UK!
Grande abraço.

Dona D disse...

Olá Joaquim!

Quem é que resiste a mais uma corrida, né!!!

Parabéns pela prova!

Um grande abraço do Brasil.

Mário Lima disse...

Joaquim

Mais uma prova, mais uns km metidos para a Maratona. O cansaço devia ser evidente depois do esforço do dia anterior, mas acabaste e isso é que interessa.

Não devo ir a Mendiga pois estou num horário de morcegos e Domingo vou à Gala por causa do rapaz.

Abraços e boa prova Domingo

luis mota disse...

O Amigo Pára não Pára!
Parabéns Adelino.
Uma boa semana para si e até domingo.
Luís Mota