segunda-feira, 15 de março de 2010

Lezírias, só faltaram os toiros.

Praça de toiros de Vila Franca

Correr em Vila Franca de Xira na já famosa Corrida das Lezírias constitui sempre um bem estar enorme porque nos sentimos num ambiente diferente daquilo a que estamos habituados por se realizar num espaço entre a Cidade e o Campo. Trata-se de um percurso muito bonito e efectuado em total segurança, quer para os primeiros quer para os últimos, onde não falta um misto de alcatrão, empedrado, estradões terra batida, onde não faltam os remendos de pedra solta, e por último aqueles excelentes kms percorridos à beira do Rio Tejo na sua margem esquerda na direção a Lisboa.
Foi uma prova escolhida para a necessária descompressão depois de ter efectuado no último mês 118kms (só em competições) e numa fase curta de recuperação, ali encontrei muitos amigos que têm sido companheiros em algumas das Odisseias em

A minha chegada

que tenho andado envolvido ultimamente, amigos do Mundo da Corrida, onde destaco o Luís Miguel (O Tigre), o Esmeraldo, o Mário Lima, o Costa, O A.Almeida, o Vitor Veloso, o Luís Mota e outros. A chegada do Hugo

Tive o prazer de ver ali também a correr ao meu lado o Miguel Paiva, que surpresa de última hora, e que gostei de voltar a reencontrá-lo, a Ana

A passagem da Susana aos 4,5kms

Pereira, que me confirmou a deslocação a Constância onde faremos mais uma homenagem à Margaret alinhando na partida ao lado de sua mãe, no próximo dia 3 de Abril, esteve ali também o Carlos Lopes, os filhotes Hugo e Susana, com a Susana a surpreender-me com o seu 3º lugar na geral femenina depois de ter passado um Semana a curar as mazelas A passagem do Daniel aos 4,5kms

deixadas pelos Trilhos de Almourol. Oportunidade também de rever os meus amigos da minha equipa do CCDLoures de quem eu já andava arredado há algum tempo.
Alinharam à partida cerca de 1.300 atletas tornando-se bastante difícil de início esboçar a tentativa de correr um pouco mais depressa a partir do meio

Miguel Paiva, Eu, Vitor Veloso, Carlos Lopes e António Almeida

do pelotão devido ás ruas estreitas e empedradas dentro da Cidade, para mim não constituiu problema e servia-me muito bem, já na Ponte onde todo o espaço estava reservado para nós podemos então estendermo-nos mais um bocado, é aqui que sou ultrapassado pelo Tigre e por um amigo destas loucuras saudáveis, um pouco mais à frente aproveitando a descida embalo e deixo-me ir nesse ritmo, entre os 5 e os 5,15m km. É bonito de se ver em vários pontos do percurso a figura do Campino montado no seu cavalo saudando a nossa passagem segurando a sua enorme vara, ferramenta essencial na lide e condução dos toiros naquela imensidão da Lezíria. Pena mesmo foi não ver os toiros, por se encontrarem numa zona mais afastada do percurso que nos deram a percorrer.
Senti-me sempre bem durante a corrida, na Semana anterior também tinha feito os Trilhos de Almourol na distância de 40kms e as mazelas, embora mais ligeiras do que a Susana também causaram alguma mossa mas deu para chegar, embora com algum cansaço mas ainda com alguma força nas pernas.
Terminei os 14,890kms em 1,18,55h. (não oficial) com uma média de 5,17m por km.
Segue-se já no próximo fim de Semana a Meia Maratona de Lisboa na Ponte 25 de Abril.

Mais fotos aqui Da autoria da Isabel Almeida e também da A.M.M.A.


11 comentários:

luis mota disse...

Olá Joaquim!
Simplesmente fantástica a vossa participação.
Gostei muito de rever a Susana e o Marido (Daniel), de quem já tinha saudades.
Parabéns à Susana pelo resultado alcançado.
Aproveito para felicitar o Hugo pelo progresso que vem mantendo prova após prova.
Agora Amigo Joaquim, já olhei aí para o canto superior direito. A coisa promete.
Participar na Maratona Carlos Lopes é maravilhoso. Fiz a prova na edição anterior e foi a Maratona que mais gostei de participar.
Não estarei apenas porque já tenho tudo marcado em Paris mas acompanharei a prova com o nome daquele que para mim foi o Maior Atleta Português!
Cabe-nos a nós, Maratonistas, revitalizar a que pode ser a maior Maratona de Portugal.
Uma boa semana para vós e lá estaremos no domingo na Ponte.
Luís Mota

António Almeida disse...

Companheiro
a vontade de rever o nosso amigo Miguel teve em particular para mim o "bónus" de rever também tantos amigos de quem já tinha saudades, Daniel, Hugo, Fábio e mano, o Carlos, entre outros, rever também outros que ultimamente tenho tido o prazer de os ter como companheiros de aventura como o Joaquim, o Luís, o Mário e a Ana entre outros.
Quanto à prova sabemos o quanto é boa e veio em boa altura depois dos Trilhos de Almourol.
Claro também uma imensa felicidade pelos êxitos da Susana e dos Motinhas, algo que ainda que sendo habitual é sempre muito bom poder assistir.
Finalmente uma palavras de muito apreço pela "pedalada" com que está a fazer jus ao nome deste excelente espaço, um pára que não pára mesmo, que possa continuar com essa garra e que eu possa também por vezes juntar-me à festa.
Grande abraço e boa semana.

Vitor Veloso disse...

Olá Joaquim,
Esteve muito bem como já nos habituou, parabéns.
Foi um prazer estar novamente em convívio consigo e sua família.
Agora a Meia da ponte 25 Abril, mais um teste a forma física.
Grande abraço
Vitor Veloso

Fábio Pio Dias disse...

Olá Joaquim,

Mais uma participação, para juntar ao já seu enorme roll de brilhantes desempenhos.

Tal como já disse no blogue do Mário...ninguém vos pará!

Foi com imenso gosto que o revi, mas seu andamento são outros limites para mim!


Um abraço e fique bem!

JOSÉ NARCISO disse...

Olá Joaquim!!!
Parabéns por mais uma excelente participação!!!
Alias, já estamos habituados a isso, desejo-lhe uma boa continuação e que consiga sempre os seus objectivos.
Cumprimentos para a familia.
José Narciso

Mário Lima disse...

Joaquim

Se aparecesse um toiro e este saltasse a cerca como faz muitas vezes na arena, lá teríamos que "Dar às de Vila-Diogo" eeram pernas paar que te quero.

:))

Assim foi uma boa prova, para curares as mazelas das grandes quilometragens que tens feito este ano (2º no ranking do Mundo da Corrida) e como vem a seguir a meia de Lisboa e outros desafios há que não abusar do físico, mesmo para um Pára que não para.

:)

Uma boa prova tua, um bom grupo de amigos, os filhotes a terem uma boa prestação e assim se passou um Domingo bem agradável.

Até domingo na Ponte para mais uma miragem, de outro ângulo, do Tejo.

Abraços

MPaiva disse...

Joaquim,

Foi uma enorme satisfação ter estado em Vila Franca nesta excelente prova e ter podido, com isso, partilhar alguns momentos com os grandes amigos que sinto ter, como é o seu caso.
Fico muito contente por saber que fez uma boa prova e gostei particularmente de ter visto a Susana conseguir um excelente lugar no podium!

abraço
MPaiva

Carlos Lopes disse...

Olá Joaquim

Parabéns por mais esta prova... tive muito gosto em o rever.. boa semana

Anónimo disse...

olá Joaquim
parabéns pela prestação familiar, pelo aniversário da criança de 36 anos :) e obrigado pela passagem pelas minhas bandas.
sempre em grande forma, não há forma de parar. assim continue, meu Amigo.
Abraço
AB - Tartaruga

Susana disse...

Olá Pai! Parabéns!
És incansável! Sempre pronto para a próxima corrida! Como a de Domingo - a Meia de Lisboa, e com pena não vou lá estar mas vou ler aqui o teu testemunho.
Beijinhos

José Xavier disse...

Olá Joaquim Adelino;

Maravilhoso ver a sua apreciacão a vários pormenores da corrida. Depois misturar também o que envolveu a mesma, com os campinos e as lezírias, é muito bonito.

Da parte desportiva é sempre bom ver que continua com muito entusiasmo e os bons tempos continuam também.

Nós estamos também recuprados para as próximas actividades.

Boa prova em Lisboa.

Um abraco amigo dos Xavier's