quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Sacavém Homenageia Armando Aldegalega


Ele não precisa de apresentações, é uma figura ímpar do Atletismo Nacional e que continua a encantar-nos todos os fins de Semana pelos 4 cantos de Portugal. Ele não se ficou apenas com o Estatuto de Atleta Olímpico, continuou até aos dias de hoje a fazer aquilo que sempre gostou de fazer, correr. Cruzar com ele aí em qualquer lugar leva o nosso pensamento e a memória a calcarrear muitos e muitos anos atrás quando o víamos em plena pista e também na estrada a lutar por objectivos que sabia estarem ao seu alcance, como também não regateava esforços para ajudar os colegas em tarefas bem enquadradas pela sua equipa, o Sporting.
Nos dias de hoje, já com 72 anos, para além de a sua saúde e bem estar ainda lhe permitirem correr a um bom nível, partilha também os conhecimentos que foi adquirindo ao longo dos anos como técnico do seu Clube de sempre desde 1956, ajudando a criar os talentos que o seu Clube tem gerado.
A minha filha Susana foi uma das suas atletas e à qual dispensou sempre muita atenção e carinho, ainda hoje perduram muitos traços de amizade que jamais se esquecerão.
Foi com grande satisfação e prazer que no Domingo dia 10/01/2010 assisti a mais uma simples homenagem a este Homem , de H grande, concedida pela Direcção da Cooperativa a Sacavenense, na presença do Presidente da Associação de Atletismo de Lisboa Dr. Marcel de Almeida e de 2 Vereadores da Cãmara Municipal de Loures, João P. Domingues e Ricardo Leão.
O Armando é mesmo assim, simples e modesto para com todos e ao fim de tantas e mais uma homenagem , não consegue resistir a alguma emoção por estes gestos que lhe concedem. Eu também fiquei comovido por ver tanta simplicidade no seu agradecimento que as próprias palavras ao saírem trémulas deixaram transparecer a alegria por ter sido alvo deste gesto tão bonito.

9 comentários:

Duarte Gregório disse...

boas,
estou quase tentado a aceitar o seu desafio e participar na meia de Lisboa.
estou a tentar conciliar as datas com o trabalho a ver se é possivel e
se as pernas dao para fazer duas meias no mesmo mes.
abraço

luis mota disse...

Olá Joaquim!
A merecida homenagem a um Homem que tão bem nos representou (e continua a representar).
Apesar de não conhecer pessoalmente, já foram várias as vezes que me motivou. Na última Maratona de Lisboa, juntamente com a grande atleta Luzia Dias, fui por eles incentivado no Marquês de Pombal e em vários pontos do percurso. Grande abraço para o Sr. Armando e que continue a participar nas corridas por muitos anos.
Luís mota

JOSÉ LOPES disse...

Uma homenagem a um grande atleta.

Eu era miúdo vi-o correr numa prova.( já lá vão + de 40 anos)

Depois já com 24 anos via-o a treinar no Estádio Universitário. Uma vez até parou de correr e foi jogar futebol connosco.

Todas as homenagens que se poderão fazer a este grande atleta, serão poucas.


Com os cumps
J.Lopes

Rodrigo disse...

Trata-se de um vencedor, em todos os sentidos!

Anónimo disse...

O homem é e será um sonhador e quando os homens não sonham a vida não têm o cheiro o sabor da vida.
Armando será sempre um homem com o cheiro e o sabor da vida e por isso a homenagem é justa.
Mas penso que o autor deste blogue é também ele merecedor de uma grande homenagem de todos aqueles que gostam de atletismo porque tresanda e é o mel da vida
Um abraço
Fernando

João Paulo Meixedo disse...

merecidaíssima homenagem, em vida (!!!) a um mito do atletismo nacional.

Mário Lima disse...

Olá Joaquim

Justa Homenagem a quem muito deu e pouco recebeu.

O último dos moicanos que ainda resiste ao tempo, todos os outros já arrumaram os ténis há muito (Carlos Lopes, Fernando Mamede, Aniceto Simões, Tavares da Silva, Luis Horta, Helder de Jesus, etc.).

Penso que a cidade onde nasceu o Armando ainda não lhe fez a devida Homenagem, mas enquanto vão pensando na melhor forma de o fazer e quiçã colocar um busto deste filho de Setúbal (se calhar quando falecer lá terá a devida homenagem a título póstumo, como é normal neste Portugal dos pequeninos), mas outros não o esquecem e assim a Cooperativa de Sacavém fez a Homenagem devida.

A foto do Armando que está no Wiki fórum SCP, é um recorte meu de uma foto original e que está no meu tema «Os Trapaceiros».

Abraços

João Paulo Meixedo disse...

então, caro amigo? Espero que a falta de posts não esteja relacionada com a falta de corrida.
Um abraço

Anónimo disse...

Sr. Joaquim tem toda a razão quando afirma que a cidade de Setúbal que viu nascer o meu tio ainda não lhe prestou a justa homenagem. É lamentável que tal ainda não tenha acontecido, sobretudo quando está há vários anos no poder, o partido politico por quem tantas vezes o meu tio deu a cara. Por outro lado se hoje o Mourinho leva o nome de Setúbal a vários locais do mundo, o meu tio, não se ficou atrás e nos anos 60 /70/80 e por ai fora, levou o nome de Setúbal aos paises onde correu, nomeadamente nas duas vezes que esteve nos Jogos Olimpicos.
Vamos esperar que alguém da Câmara de Setúbal leia este nosso comentário.
Quanto ao meu tio apenas tenho a dizer que é um homem de uma simplicidade fantástica, com uma humildade impressionante, em suma é uma excelente pessoa e julgo ser um grande exemplo de vida para todos os jovens que ambicionem uma carreira desportiva.

Cláudia Aldegalega