domingo, 13 de dezembro de 2009

Melíadas, passado e presente, olhando o futuro


O lançamento do livro Melíadas de Fernando Andrade por si só justificava a minha passagem por Grândola no dia 12 de Dezembro, foi esse o propósito que me levou até lá. Em simultâneo realizou-se o 4º Encontro do Fórum O Mundo da Corrida, coordenado por Eduardo Santos.
A 1ª parte do Encontro foi essencialmente para apresentação do Livro Melíadas e a sua origem com intervenções dos responsáveis da Cãmara de Grandola através do seu Vice-Presidente e do Vereador responsável pelo pelouro do Desporto(patrocinador do livro, do Eduardo Santos (criador do projecto), do Joaquim Antunes (velho pioneiro desta corrida (8 edicções) e do Fernando Andrade como autor e impulsionador do livro.
Como participante na última edição da Ultra Maratona Melídes/Tróia revivi ali momentos inesquecíveis (porque a 1ª é sempre a 1ª vez e todos os momentos lá passados ficam gravados eternamente) e quando assim é somos capazes de ouvir as histórias contadas por quem sabe e viveu aquilo ao longo de tantas edições.
Fiquei com pena de após a apresentação do livro ter de me ausentar, o Luís Parro também foi ali com o mesmo objectivo e também teve de seguir caminho, pois o Eduardo Santos merecia ter ali à sua frente uma boa plateia para debeter os temas que se seguiram e eram bem interessantes, mesmo assim os que lá estavam foram classificados e bem como poucos mas dos bons.
Conhecedores da nossa pouca disponibilidade de tempo foi feito um intervalo com o objectivo de cada um poder adquirir o livro. E nada melhor que a assinatura do seu autor a testar a autoria desta obra prima, que ao folhear descobri que também fazia parte dela, como dizia o Parro, senti uma satisfação e orgulho enorme, pois na minha 1ª participação tinha ficado um registo recompensador do sacrifício e tenacidade ali deixados. E lá estava também a nossa menina que pela mão do pai cortava mais uma vez a meta numa prova mítica.
Sentia-se a emoção do Fernando Andrade, mal disfarçada pois quem o conhece sabe que ele não gosta de protagonismo, apesar de o merecer, e é só por isso que lhe vou perdoar por me ter batizado outra vez, um pormenor sem importância e a corrigir oportunamente.
Foi ali também apresentada a edição de 2010 e vontade não me vai faltar para voltar.
clicar aqui

6 comentários:

Carlos Alexandre Lopes disse...

Um presente de natal que irei oferecer a mim mesmo... Obrigado por essa informação

luis mota disse...

Olá Joaquim!
Um tributo a todos os que desafiaram as areias do litoral alentejano dos quais o Joaquim faz parte.
Muitos verão na obra o espelho da sua participação.
O merecido tributo aos ultra maratonistas, enriquecido pela visão do Fernando Andrade. Espero este Natal ter comigo o “Meliadas” assim como desejo efectuar a prova no ano seguinte.
Grande abraço
Luís mota

Fernando Andrade. disse...

Amigo Adelino
Obrigadão por teres passado por Grândola para partilhares aquele momento especial para os Raiders.
Grande Abraço.
FA

Mário Lima disse...

Olá Joaquim

É sempre bom haver quem se recorde de nós e, neste caso, transportar para um livro essa participação.

Um livro é como um filho e o Fernando deve ter colocado nele todo o carinho, contando as peripécias de uma prova que fez as tuas delícias e quem nela participou.

Será um livro a comprar e é o que farei na 1ª oportunidade.

Abraço e BOAS FESTAS junto à família.

António Almeida disse...

Amigo Joaquim
um livro único de uma prova também ela única.
Espero que tenha o sucesso que sem dúvida merece.
Abraço.

Luis Parro disse...

Foi um Prazer estarmos lá...!!!
E continuaremos lá...mas vou ter que treinar mais um pouco!!!
Um abraço
Luis Parro