quarta-feira, 3 de junho de 2009

O Trail Melides/Tróia, a luta necessária

Tem sido uma missão bem Hércula mas o desafio que foi lançado para Melides/Tróia na distância de 43 kms é para cumprir, (ver lista de inscritos) bem sei que o grande dia e o grande desafio por ventura ainda está longe (26/7/09) mas as grandes dificuldades são agora que são mais sentidas. E para quem como eu se limitava a treinar em média para corridas de 10kms as dificuldades são acrescidas. Assim, os treinos longos mais recentes têm sido de modo progressivo uma vez por semana e intervalados com treinos mais pequenos e as provas de fim de semana, 2h. / 2,15h. / 2,30h. / 2,45h. / 3h. e o de ontem de 3,15h.
A partir daqui a ordem é inversa mas com menor intensidade.O treino de ontem, 3,15h foi de longe o mais difícil pois foi efectuado num circuito de terra batida, mas bastante duro, com a distância de 1100 metros por volta. Foram 32 voltas num total de 35 kms. A partir das 2h. de treino tive a companhia dos filhotes Susana e Hugo e ainda do amigo Rui Pacheco, contribuindo assim para que a parte final do treino se tornasse menos penoso.
No final a recuperação esteve difícil, os gémeos entraram em conflito e as câmbrias eram quase permanentes e só normalizaram ao fim de quase uma hora, nada que eu já não estivesse à espera, pois a experiência de 4 Maratonas já efectuadas permitiu encarar isto com alguma naturalidade.
Também é provável que a Meia Maratona da Areia de 24/5 tivesse contribuído para esta reação dos gémeos. Mas a luta vai continuar, agora que a inscrição está feita e aceite basta manter o nível já conseguido para chegar lá e poder enfrentar aquele obstáculo com a menor dificuldade possível.

15 comentários:

carlos disse...

parabéns pelo treino

Susana disse...

Pai, sei que és capaz de cumprir com o teu objectivo, mas na minha opinião poderias fazer as provas que até à ultra-maratona se vão realizar, de uma forma mais descontraída sem esforçares muito (porque são provas muito curtas e rápidas) porque assim, digo eu, poderás não ter o tempo necessário de recuperação entre os treinos longos que tens feito. Daí se calhar o treino acabar por ser muito penoso....

Fernando Andrade. disse...

Grande Adelino! Isso é que é dar no osso...
Mas não te esqueças de dar atenção à recuperação para não entrares em "over training".
Grande abraço.
FA

Fernando Andrade. disse...

Demorei-me um bocadito a submeter o comentário e a Susana já tinha "batido na tecla" da recuperação.E muito bem. Já agora, acrescento outra: a carga de ansiedade também não deve ser excessiva. Encara o desafio com o máximo de naturalidade possível, sem preocupação com o tempo de prova, que é mais para desfrutar do que para penar . Lembro que na última edição não tinha treinos nenhuns de jeito, mas fui na mesma! Passeei durante largos km e cheguei ao fim contente depois de seis horas e tal.

António Almeida disse...

Amigo Joaquim
parabéns pela garra e por esse treino, 35 km em 3h15 em treino é muito bom...e em circuito de 1100 metros.
Siga os conselhos da Susana e do Fernando que parecem-me bem sensatos, o raide vai ser um desafio vencido isso ninguém duvida.
Força.

JOSÉ LOPES disse...

Treinos "duros" só assim irá conseguir o seu objectivo, (correr 43 km em areia).

Daqui, vou fazer uma "Forcinha" para que consiga cumprir com êxito essa dura prova.

Saudações desportivas

J.Lopes

Mark Velhote disse...

Olá Joaquim,

O espírito é esse! Sei que este desafio vai ser superado, mas primeiro há que suar um bocadinho!


Grande abraço

Fábio Pio Dias disse...

Olá Joaquim!

Parabéns pela coragem/bravura, esta prova é hercúleana e não está ao alcance de Todos. pelo menos para mim não está nos horizonte mais próximo!

FORÇA!

Um abraço e até Domingo!

BritoRunner disse...

Pois é Joaquim tambem é necessário dar descanço à máquina.
Não esquecer os abastecimentos e se possível correr com abastecimento liquido e sólido.

Força e aproveite para desfrutar da paisagem.

JCBrito

Mário Lima disse...

Olá Adelino

Até agora são 14 os Hércules inscritos. Vê-se por aí o quanto deve ser difícil uma prova deste calibre.

Embora ainda falte bastante para o dia da prova há que ter em conta sempre a máxima:

«O melhor do treino... É o descanso!»


Um abraço e até Domingo!

joaquim adelino disse...

Caros amigos.
Quero deixar aqui uma palavra de agradecimento pelo apoio e incentivo demonstrado através das vossas mensagens.
Como o meu computador foi fazer uma visita, penso que curta, ao seu "médico" vou ficar alguns dias ausente neste espaço.
Aproveito para desejar a todos um bom fim de semana, com bons treinos e provas também.
Um abraço.

jorge disse...

A vida sem objectivos é como um bolo muito bonito sem açúcar.A vida é vencer dificuldades e superar o limite humano.Não há idade para vencer limites por isso muito respeito pelo seu corpo, mas nunca deixe de acreditar porque é possível vencer o desafio(o seu). Lembre-se que outra forma de fazer treinos longos é fazer caminhadas a um ritmo acelerado.
Os amigos vão estar sempre por perto.

rustman disse...

Dureza!!! No entanto, como já tenho dito, o melhor é não abusar, a seguir a estas 3horas há que deixar passar pelo menos 15 dias até se meter noutra...

Bons treinos!

ns disse...

Viva Joaquim,

Segundo li há pouco na revista Sport Life [off-topic: oferece uma t-shirt da ascics sem mangas] uma coisa que desconhecia, a prova de Melides tem a particularidade de os atletas terem de levar consigo os abastecimentos!!! Parece-me um aspecto que terá de ter em atenção nos treinos.

Bons treinos.

ps - "baldei-me" ao oriente mas irei estar nas fogueiras.

joaquim adelino disse...

Obrigado Nuno pela dica. Tem sido uma preocupação, pelo menos até aos 28,5kms tenho de me desenrascar, eu e todos, mas penso que esse pormenor não me fará recuar. Em África estive 2 dias à míngua de água e ela ali a correr a 200 metros, mas tínhamos de optar entre a vida e a morte, a opção que tomámos permitiu-me até agora alinhar em muitos desafios onde o sacrifício nos é imposto desafiando até quase ao limite a nossa própria resistência.
Um abraço.