quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

A MOTIVAÇÃO E A NATUREZA DE MÃOS DADAS

A motivação para correr depende de vários factores: disponibilidade mental e de afazeres: necessidade de melhorar a sua qualidade de vida (problemas de obesidades, stress laboral, familiar, ou financeiro): por passatempo: por devertimento: por necessidade de convívio e outros cujos objectivos passam por se superar no dia a dia ultrapassando a barreira do razoável e entrando no lote dos dotados e pela sua própria superação.
A motivação e disponibilidade para a corrida (para os atletas mais assíduos e ou dotados) conta ainda com outros factores a ter em conta: bom enquadramento em equipa: bom ambiente familiar: treinamento em grupo: bom local de treino que reúna boas condições de segurança e espaço livre sem obstáculos: boa planificação de treinos devidamente orientado e acompanhado por um técnico ou por alguém profundamente conhecedor: uma boa gestão do número e qualidade das provas que cada um pode ou deve fazer: nunca se deixar chegar a situações, ás vezes irreversíveis, de saturação da prática da corrida: não ultrapassar etapas que têm obrigatóriamente de ser percorridas para se atingir os fins pretendidos: combater o desânimo que tem a tendência de aparecer quando nos treinos não conseguimos atingir os objectivos apontados ou quando em prova a falta de força momentânia trai os sonhos possíveis e idealizados.
São estes os prossupostos (haverá muitos outros) essenciais para que todos nós encontremos uma explicação para o gosto pela corrida e a forma que cada um depois encontra para prosseguir, desbravando caminhos que se vão abrindo de acordo com a integração nos meios em que estamos inseridos e dos objectivos a que cada um se propõe.
A experiência acumulada de muitos anos permite-me hoje no seio de um grupo numeroso e também valioso, aconselhar e também aprender, sobre a forma como cada um deve encarar o seu desenvolvimento enquanto atleta e a forma de lá chegar. O nosso local de treino reúne as condições para que se desenvolva ali uma excelente escola de talentos na prática da corrida porque reúne todos os prossupostos de motivação que atrás citei e eles estão sempre presentes, quer no convívio diário durante os treinos, quer depois nos resultados pelo desempenho de cada um.

















































































































A harmonia do treino, enquadrado com a natureza e o meio ambiente, resulta na eficácia tranquiladora da paz de espírito que se procura incessantemente até se encontrar o tão desejado equilíbrio que contribua de forma decisiva para a preservação da nossa saúde mental.

13 comentários:

BritoRunner disse...

Força Joaquim.
A motivação, um local agradável e boa companhia são os ingredientes para muitos anos corridas.
Que se mantenha jovem dentro do grupo e de espirito aberto.
Abraço desportivo
JCBrito

luis mota disse...

Olá Joaquim!
A motivação é para mim o factor principal do processo de treino. Podemos estar muito bem fisicamente, mas se a “cabeça” está mal o desempenho não será o melhor. Pelo contrário, podemos estar fatigados, mas se estamos motivados conseguimos os nossos objectivos.
Para a motivação são fundamentais vários factores. Ao ver as imagens fantásticas, elas são bem demonstrativas da alegria e prazer na corrida. Um local maravilhoso com a família e amigos para correr motiva logo para a corrida.
Forte abraço para o Joaquim e para todos os que têm o prazer de treinar na sua companhia.
Luís Mota

Carlos Lopes disse...

Olá Joaquim

a motivação é um principio pata tudo que fazemos. Sem ela, fazemos apenas por fazer, na minha opinião. Como diz o Luis, se a cabeça não estiver bem, o corpo por mais preparado que esteja nunca ira responder. Parabéns pelo post.

correndonachuva.net disse...

Uau, deve ser muito bom correr nesse lugar. As fotos são lindas demais... Um grande abraço do teu amigo!

Bruno Thomaz

José Capela disse...

Amigo, Joaquim.

O motivação é ingrediente mais importante para fazermos o que quer que seja.

Quanto à corrida, é preciso gostar! O gostar é o principal, a partir daí arranjamos tempo e local para treinar. Depois fazemos, amigos!

Fernando Pessoa, escreveu uma célebre frase publicitária que dizia: "Primeiro estranha-se, depois entranha-se!"

A corrida tem muito disto!

Eu gosto de participar nas provas, mas pode acreditar, que mais que participar nas provas eu gosto é de treinar!!!

Boas corridas, bons treinos.

Abraço

José Capela

Ricardo Baptista disse...

A motivação é muito importante e o amigo Joaquim é um excelente motivador.
Continue assim
Boas corridas.

MPaiva disse...

Querer é poder! Acho que esta frase define bem algo fantástico que acontece com a corrida: Querendo, conseguimos!

abraço
MPaiva

José Alberto disse...

Olá Joaquim,

Nem todos temos perto de nós, para treinarmos, locais aprazíveis como esses que nos mostra.

Assim torna-se mais fácil. Mas para aqueles que, como nós, gostam de correr, o importante é a paixão pela corrida.

Um abraço

José Alberto

Nuno disse...

Olá Joaquim
Descreve bem alguns factores que nos movem para a pratica do Atletismo e no desporto em geral.
Sem motivação não há nada a fazer, ou diria mesmo objectivos pré-definidos para conseguirmos atingi-los com sucesso.
Como ja pratico atletismo há mais de 15 anos, a motivação esteve sempre presente, sem ela nada se consegue. O atletismo(desporto) ajuda em muito a enfrentar o dia a dia, quer a nivel pessoal ou profissional.
Um abraço
Boas corridas
Nuno Romão

ns disse...

Viva Joaquim!

A abundância de trajectos em terra batida é uma benção que as articulações agradecem, eu com os meus 80 kg que o diga :-)

João Meixedo disse...

Muito piso de terra, que é o meu favorito.
Abraço.

André Gomes disse...

Boa noite,

Joaquim,

excelente corrida hoje para o troféu de Loures são os meus votos!!!

Abç

André Gomes

Jorge disse...

Excelente relato amigo Joaquim, Parbéns!!!
Realmente vc está certo o que motiva mais ainda é quando eu treino junto a natureza em que posso correr ao ar puro sem poluição e contemplando a natureza.

Boa semana e bons treinos.

Um abraço,

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com