domingo, 25 de janeiro de 2009

ROSA MOTA NO XX G.P. FIM DA EUROPA

Apesar de alguns contratempos não se pode dizer que a minha estreia no Grande Prémio Fim da Europa, (e já vai na 20ª edição), não foi um sucesso.Para começar falhou o nosso transporte de Loures para Sintra, da inteira responsabilidade do Clube, que deveria levar-nos para Sintra e depois recolher-nos no Cabo da Roca. Valeu a boa vontade do Encarregado de Transportes da Cãmara que logo disponibilizou um autocarro que nos permitiu chegar ainda a horas ao local de partida. Enalteço aqui também a enorme compreensão dos cerca de 30 atletas que ficaram um pouco afectados pelo ocorrido, mas ficaram também a saber que em clubes mais ou menos bem organizados, como é o nosso caso, também se falha.
Chegámos ainda com 30 minutos antes da partida, tempo suficiente para um pequeno aquecimento e comprimentar os amigos conhecidos e alguns vituais que vão navegando aqui pelos blogs, Brito e Otília, Fernando Andrade, Ana Pereira, Nuno do Blog Atletismo, e já no decorrer da prova o José Magro do Blog O Mundo da Corrida.Devido ao curto espaço de tempo não deu para grandes conversas, no entanto permitiu em alguns casos perpectuar aquele momento com algumas fótos.Sobre a prova só posso atribuir elogios, incluindo a sua própria dureza que assim permitiu uma apreciação diferente da beleza da Serra de Sintra. Eu só tinha subido aquela Serra até à Penha de viatura e desconhecia a Serra da Penina. Aqueles terríveis 2 kms entre o 9º e o 11º km obrigaram-me a fazer uma coisa que não gosto, andar nas provas, mas ali não tive epótese, a meio aproveitei e parei para tirar umas fótos a meias com o meu amigo João, dos Amigos do Atletismo de Belém, que por acaso estava por ali na altura.Foram 6 kms de subida bem duros que em 20 anos de Atletismo nunca tinha enfrentado, dos 11 kms e até aos 17, onde estava instalada a meta, foi sempre a descer onde os ritmos de corrida foram muito elevados, nada contribuindo para a boa saúde moscular de cada um.A chegada era espectacular, estava um grande vendaval, muito frio e ventos muito fortes, não esquecer que estávamos na ponta mais Ocidental da Europa e a uma altitude de 140 metros. A meta estava instalada à entrada de uma tenda enorme de cerca de 150 metros de comprimento e os atletas entravam de imediato nessa tenda salvaguardando dessa forma qualquer recaída motivada pelas péssimas condições atmosféricas.Todos os atletas (excepto os últimos, devido à ganãncia de alguns) foram obsequiados de imediato com um chá bem quente, bolos, sandes, café, frutas, e muita atenção da organização. Foram simplesmente impecáveis. E vou lá voltar.
A minha prova acaba por ficar um pouco diluída e sem grande significado uma vez que não tinha traçado qualquer espírito competitivo para ela, levei a maquifóto e parei 3 vezes em plena Serra para registar alguns momentos, acabei por completar os 17 kms em 1, 29, 45 h. não oficial. Deixo por último, porque é merecido, os parabéns e agradecimento à Cãmara Municipal de Sintra pela excelente organização que teve e pelo respeito demonstrado para com os atletas.

23 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Excelente tempo! Parabéns!

Gostei muito de vos conhecer, e agora desejo uma boa recuperação e uma óptima semana.

Até à próxima

Ana Pereira

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Ah! E eu fui daqueles que só apanharam chá quente... e pacotes de açucar, mais nada!!!! Tivesse chegado mais cedo, não é? Também acho!

Beijinho
Ana Pereira

joaquim adelino disse...

Querida amiga, eu, a Susana e o Daniel também gostaram muito de a conhecer, numa próxima oportunidade poremos a conversa em dia.
Pois! eu sabia que foi assim, porque vi. É só uma chamada de atenção a algums gulosos.
Quanto a si, olhe quem não tem cão...
Um abraço

Carlos Lopes disse...

Olá Joaquim

Senti cada kms no seu relato. Senti a subida da Penha, aquela humidade, devido as árvores, atenção com o murro, porque a estrada é apertada, também senti, neste caso ouvi o barulho das árvores quando o vento bate. é uma prova única, tanto na beleza, como as dificuldades. fiz ela o ano passado, pela 1º vez, como tenho dificuldades em subir, fiz a subida muito devagar ai consegui impor depois um bom ritmo, fazendo na casa da 1.10. Mas, o Cabo da Roca é o meu sitio, falo disso, porque era, onde ia conversar com as moças, era onde ficava quando precisamos ficar sós, também foi o único pedido que fiz no meu casamento, teria que ser no Cabo da Roca o copo de agua, por isso essa prova, tem muito comigo. Me perdoa, por falar de mim e não do Joaquim ou da prova, mas aqui neste blog, é um lugar onde sinto paz para escrever aquilo que me corre na alma " saudades de Portugal". Um abraço caro amigo.

Mark Velhote disse...

Olá Joaquim

Mesmo parando para as fotografias da praxe fez um excelente resultado!
Deve ser sem dúvidas umas das provas mais bonitas de todo o nosso Portugal e mais uma vez de salientar o convívio com os atletas presentes!

Abraço

Carlos Lopes disse...

Joaquim, olha que encontrei nos meus arquivos

http://cparaquedista.blogspot.com/2007/02/aiiiiiii-que-saudades.html

António Almeida disse...

Amigo Joaquim
parabéns pela prova e pelo excelente relato.
Abraço,
antónio

joaquim adelino disse...

Amigo Carlos
Só não percebo como é que ainda não tinha descoberto esta prova. Compreendo agora a sua paixão por aquela prova, para além da sua beleza era também o local dos seus encontros de sonho.
Pode agora ver imagens actuais que tirei hoje e que já coloquei lá no blog.
Obrigado pelo vídeo, o avião que eu saltava era um JU52 de 3 motores a élice e largáva-nos a 150kms hora, era uma interminável queda até que o fio rebentasse.
Um abraço

Jorge disse...

Parabéns meu amigo Joaquim, mesmo com os contra tempos iniciais que vcs tiveram para chegarem na prova,não serviu para estragar a festa de vcs, empecilhos acontecem, mais com certeza vcs saberam conduziram o caso, Parabéns peloa prova e ainda mais com a Madrinha da Prova Rosa Mota e ainda por cima só tirando onda hein...rsss.
Boa semana camarada e Boas passadas.


JORGE CERQUEIRA

joaquim adelino disse...

Amigo Mark
Obrigado pelo comentário, pode agora ver algumas fótos que tirei, antes, durante e após a prova lá no blogue.
Para a próxima gostava de o encontrar lá.
Um abraço

joaquim adelino disse...

Meu amigo António.
Obrigado pelas palavras deixas aqui no blog.
Foi um dia muito bem preenchido que deu para tudo.
Ainda o procurei por lá mas depois desesti. Por certo teve outras opções.
Um abraço.

joaquim adelino disse...

Amigo Jorge
A Rosa Mota é sempre um motivo de satisfação quando nos cruzamos com ela. Desta vez não perdi a oportunidade e ela, como sempre, foi muito simpática em ficar na fotografia comigo.
É o nosso urgulho.
Aquele local é muito bonito. fá-la aí com o Carlos e ele diz.
Um abraço.

BritoRunner disse...

Grande prova Joaquim

Foi um enorme prazer estar consigo, com o Daniel e a Susana. Durante a prova ainda andei a ver se o encontrava, mas com aquela multidão foi impossivel. Acabei por encontra-lo no beberete final (eu ainda apanhei uns bolinhos),local onde acabei por conhecer pessoalmente o José Magro.
Excelente prova, espero repetir.

Abraço e bons treinos

luis mota disse...

Olá Joaquim!
Uma bela prova e um belo convívio.
Foi pena ser no mesmo dia do Up Down da Pedreira – Tomar uma prova também espectacular.
Continuação de boas corridas,
Luís Mota

MPaiva disse...

Joaquim,
Felicito-o por mais um fim de semana de corridas e pela bela descrição dessa prova que deve ser muito bonita.
abraço
MPaiva

JOSÉ NARCISO disse...

Parabéns amigo Joaquim pela prova efectuada e pelo relato da mesma, assim como o divertimento em si!!!
Boas corridas.
José Narciso

Duarte Gregório disse...

Como eu sei o que são essas subidas.
Não tenho dúvidas que depois dessa você e todos os que nela participaram, entendem melhor meus posts e no grau de dificuldade acrescido às provas que se faz por cá.
Abraço e boa recuperação.

Fernando Andrade. disse...

Olá, Amigo Adelino

Fico contente por ter gostado da Corrida e olhe que o seu resultado não foi nada de deitar fora. Tanto mais que deu para tirar fotografias no caminho.
Volte sempre.
Abraço.
FA

João Meixedo disse...

Ficamos à espera de ver essas fotos, e fica a promessa de ir aí abaixo no próximo ano. Ao olhar a foto da Rosinha, lembro-me agora que poderia ter tirado uma com a Manela Machado, com quem troquei algumas palavras.
Um abraço.

Nuno disse...

Bom dia Joaquim foi um enorme prazer conhece-lo. Não deu foi para trocr muitas impressões, fica para a proxima prova.
Parabens pela prova, embora dura e exigente mas o ambiente envolvente compensa.
Um Abr
Nuno

runningirl disse...

Joaquim

Obrigado por sua mensagem em meu blog.

Meus parabéns pela corrida amigo. Que excelente desempenho heim!! ainda parando para tirar foto completaste a prova em otimo tempo. Não é para qualquer um não.

Abraços,
Sandra

jmagro disse...

Amigo Joaquim,gostei de o ver,desta vez numa prova durinha,mas que muito me agradou,quer este ano,quer o ano passado,em que a fiz pela 1ªa vez.

Tal como em 2008,eu e um grupo de amigos "malucos" fizémos o Fim da europa X 2,tendo feito 1h31m de treino do Cabo da Roca até Sintra, a que se juntou (no meu caso) 1h30m20s de prova.
Quando o amigo passou por mim e me "rebocou" um pouquinho,tava todo "roto" que nem a ser puxado ,conseguia dar mais,afinal já tinha cerca de 33kms nas pernas,depois de vários dias em que por vários motivos de ordem fisica não pude treinar.
Hoje ainda tou dorido a nivel de pernas, mas adoro aquela prova pela sua beleza e dureza.
Em 2010 lá estarei para fazer de novo a versão "dupla".
Gostei de ter conhecido pessoalmente a sua filha e o Brito e a Otilia,são mais uns amigos que tenho o gosto de conhecer "ao vivo e a cores" depois de os ir "conhecendo" virtualmente.
Grande abraço e até uma próxima prova.
P.S: parabéns pela sua prova e tempo obtido

José Capela disse...

Caro, Adelino

Excelente estreia aí na ponta mais ocidental da Europa.
O tempo não foi assim tão mau como o meu amigo diz e além do mais ainda teve tempo para fazer fotos! Vá lá não seja modesto!

Abraço,

José Capela