segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Viva a Meia Maratona da Nazaré

Ao fim de 34 edições estreei-me nesta magnífica prova, com um dia muito soalheiro, bastante sol, temperatura amena e sem vento estavam criadas as condições para que a prova fosse enfrentada por todos com a máxima normalidade e confiança.
Sabedor da presença de alguns amigos bloguistas que não conhecia e que graças à magia da Internet nos tem permitido dialogar e trocar mensagens sobre esta nobre actividade desportiva que é o Atletismo, dicidi logo à chegada à Nazaré partir à sua descoberta, o que até nem foi difícil, tendo contribuído muito para isso os dorsais personalizados que a organização nos presenteou, e foi com enorme satisfação que vejo de repente parar à minha frente o Luis Mota do blog "tomaracorrida" e a sua família e eis que duas pessoas que nem sequer se conheciam pessoalmente trocam um abraço de amisade e de respeito mútuo fruto da disponibilidade de cada um em partilhar idéias sobre este desporto e as histórias que as envolvem. Fica o agradecimento pelo incentivo que me deu numa fase em que já denotava algumas dificuldades. Vamo-nos encontrar novamente no dia 16-11 em Ribafria.
De seguida encontrei o Fernando Andrade do blog "cidadão de corrida" tendo eu ficado bastante satisfeito de o ver por ali, pois apesar de ele não ser um estranho para mim só foi possível estabelecer uma relação de amisade graças à comunicação que entretanto iniciei com a criação do meu blog. Azar dos azares foi o facto de não podermos registar com uma fóto este primeiro encontro devido à traição que as nossas máquinas nos impuseram ao ficarem sem bateria antes de tempo, tivemos ainda oportunidade de almoçar juntos, o que permitiu trocar algumas impressões sobre vários assuntos e nomeadamente o Atletismo. Também lhe agradeço aqui o apoio que me deu no decorrerda prova.
O António Almeida e as suas inseparáveis companheiras (mulher e filha) surgiram logo ali à minha frente, foi com bastante satisfação que tivemos oportunidade, ainda que por pouco tempo, de conviver mais um pouco.
Na corrida tive oportunidade de verificar que o António Almeida está muito bem preparado, ainda bem que assim é, no retorno da prova e quando ele já vinha para a Nazaré cruzou-se comigo tendo-me incentivado o que lhe agradeço imenso.
É muito importante para mim relatar a criação destas novas amisades e voltarei ao assunto assim que vá encontrando novos amigos, e são certamente muitos, e dar força a uma idéia que já ouvi por aí de um dia todos os amigos que, utilizam este meio de comunicação para se contactarem entre si, possam realizar um encontro/festa de confraternização e amisade.
Sobre a corrida da Meia Maratona e como foi a primeira vez que estive presente pouco ou nada tenho a apontar à organização pelo trabalho desenvolvido, realçando no entanto o gigantesco edifício que foi preciso montar para que esta obra obtivesse o brilhantimo que conseguiu, pena foi que a pistola que dá a partida atraiçoou a nossa Rosa Mota que teve de recorrer ao já tradicional 1 2 3 e já, mas foi divertido! Como estava planeado fiz a prova com muita prudência, mesmo assim a partir do 10ºkm. comecei a sentir os efeitos de alguma irregularidade nos treinos, coisa que eu já estava à espera, valeu-me na primeira metade da prova a companhia e a paciência do José Aruil, meu colega de equipa, e de atletas amigos que aqui e ali iam passando por mim e deixavam um incentivo.
Foram excelentes os abastecimentos, pois estavam localizados em zonas a condizer com as necessidades dos atletas, os chuveiros também deram uma boa ajuda e estavam junto ao retorno, mais ou menos a meio da prova, aproveitei-os bem porque na altura já estava bastante calor. À chegada foi um tormento, passar por baixo de tantos arcos e o risco da meta só estava no último deles, tendo acabado por fazer o tempo de 1h.53,23, devo salientar que a minha meta era chegar e o tempo alcançado é um pomenor relativo e sem significado. (Melhor também não era capaz de fazer)
Tive a grata satisfação de saber logo à chegada que a minha filha Susana ficou em 3º lugar na classificação geral femenina e com menos 30 minutos do que eu !!!, eu que afinal fui quem a ensinou a andar e a correr! Ainda bem que assim é.

8 comentários:

Carlos Lopes disse...

os meus parabéns. fiz essa prova apenas uma vez e aprendi muito com ela, bela cidade, alem de ser a mae de todas as 1/2 maratonas.. abraços

luis mota disse...

Caro Joaquim!
Foi com muita alegria que o vi e conheci pessoalmente. Agradeço a colocação da nossa foto no slide.
Participar na Meia Maratona da Nazaré é um orgulho para qualquer atleta da minha região. É a prova de referência.
Felicito-o pela participação bem como a restante equipa.
Para um pai, o orgulho são os filhos. Sei que deve estar tão ou mais feliz que a sua filha com o resultado obtido. Parabéns para a Susana e para o pai que com todo o gosto a acompanha.
Todo o sucesso para vós e até domingo,
Luís Mota

António Almeida disse...

Amigo Joaquim

em boa hora decidimos ir até à Nazaré, foi um domingo em cheio como diz o nosso amigo Luís Mota.
Gostei de o ver antes da prova e no retorno em Famalicão, e claro também de rever a Susana e o Daniel.
O seu tempo até que não foi nada mau e com o "bónus" de à chegada ter sabido logo do excelente 3º lugar da Susana, creia que também vibrámos com a prestação dela, grande atleta.
Continuação de bons treinos e até um dia destes.
Grande abraço,
António Almeida e família.

José Capela disse...

Caro Joaquim,

Agradeço as suas palavras no meu blog! O meu entusiasmo pela corrida é igual ao do meu amigo pelo que desde já o felicito!

Se nós através da blogosfera conseguirmos incentivar alguém a praticar a corrida, é muito mais gratificante que os resultados que obtemos nas provas.

Também estive na Nazaré! Já começa a haver muita gente que se comunica através dos blogs, mas que não se conhece pessoalmente!

Por isso já lancei a ideia ao nosso comum amigo Luís Mota, para um dia destes antes de uma corrida marcarmos um encontro!

Abraço

José Capela

(Vou direccionar um link no meu blog para o seu.)

luis mota disse...

Afinal não irei domingo à prova de Ribafria.
Estarei sim na Mendiga,
Luís Mota

joaquim adelino disse...

Amigo Luís Mota
Desejo que faça uma excelente prova na Mendiga, que tudo lhe corra bem.
Saudações a toda a família.

Stéphanie Perrone disse...

provas de revezamento são muito legais, porque a equipe tem que estar bem preparada e todos tem que fazer sua parte. se tiveres a oportunidade de participar de uma prova dessas, participe que é muito bom.

seu blog já está nos meus links ;)

Stéphanie

João Meixedo disse...

Também foi a minha estreia na Meia da Nazaré. O que registo com mais agrado é a sintonia de toda a gente em relação à prova. Fui de véspera, e verifiquei que todos os habitantes nos recebem como em lado nenhum: não há os habituais irritados a apitar porque querem passar e vão chegar atrasados à missa, que nem sequer saem dentro do carro para nos ver passar (conseguem lá ficar enfiados 2 horas a dizer mal da vida). Na Nazaré é ao contrário; posso dizer-vos que de véspera, quando souberam que ia para a prova, na recepção do hotel me disseram que podia fazer o checkout às 14:00 (e não às habituais 12:00), para que podesse tomar um chuveiro descansadamente np fim da prova. Estarei na 35ª.
ABraço.